sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017


Projeto da Alegria “Baile de Máscaras”

JUSTIFICATIVA
O Brasil é um país rico culturalmente, contudo, o que sabemos dessa cultura limita-se ao que vivemos no dia-a-dia e ao que as mídias nos mostram, por exemplo, informações soltas, imagens que ficam muito distantes de nossa realidade.
Sendo assim, queremos neste projeto escolar, proporcionar atividades que ampliem o conhecimento dos alunos sobre a origem dos Os bailes de máscaras que surgiram no carnaval de Veneza.  “O I Baile de Máscaras” da Escola de Educação Básica “Sara Castelhano Kleinkauf ‘ é uma proposta de trabalho interdisciplinar, na qual os alunos podem participar de um evento divertido e interessante que integra seus aprendizados de sala de aula. O evento pretende trabalhar com o conhecimento desenvolvido em sala de aula, onde os alunos aprendem sobre música, origem das máscaras a  arte e costumes da época. A ideia após o alunos produzirem suas máscaras é fazer um baile aos moldes de um Baile de Máscaras com desfile e apresentação das atividades desenvolvidas no decorrer do projeto .
PERÍODOS DE REALIZAÇÃO: Mês de fevereiro de 2017.
ENVOLVIDOS: Professores, Alunos, Equipe Gestora e Pedagógica  da U.E.

OBJETIVO GERAL
Reconhecer as manifestações carnavalescas dentro do contexto social  ampliando o conhecimento dos alunos sobre a origem dos bailes de máscaras e sua ligação com o Carnaval.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
       
·         Despertar no aluno o interesse em relação às máscaras resgatando  tradições;
·         Conhecer e cantar e dançar marchinhas carnavalescas e outros ritmos;
·         Observar e acompanhar a evolução de gêneros carnavalescos como: música, blocos, fantasias, máscaras e histórias.
·         Produzir trabalhos  como  paródias, acrósticos ,contos , desenho, recorte, colagem e máscaras .
·         Estabelecer relação entre passado e moderno. Conhecer os aspectos culturais e o  carnaval que influenciaram na etnia brasileira.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS E ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

·         Fazer um baile de máscaras para que os alunos conheçam um pouco sobre essa manifestação popular.
·         Assistir vídeo sobre “Máscaras de Veneza”.
·          Levar para a sala de aula os elementos do carnaval através de imagens ou objetos.
·         Executar músicas pertinentes ao universo carnavalesco.
·         Fazer pinturas e desenhos sobre o carnaval.
·         Leitura e discussão de textos informativos sobre a origem dos bailes de máscaras e sua relação com o carnaval.
·         Leitura e debate de textos sobre o Carnaval X Religião.
·  Introdução do conteúdo de Literatura Modernismo através do Conto “Restos de Carnaval” de Clarice Lispector.
·         Produção de paródias, acrósticos e conto.
·          Trabalhar com marchinhas de carnaval.
·         Confeccionar máscaras carnavalescas.
·         Pular carnaval usando as máscaras confeccionadas pelos alunos.

CULMINÂNCIA
O baile é a culminância do trabalho desenvolvido em  aula. A ideia é fazer um baile aos moldes de um Baile de Máscaras, com desfiles, danças em pares e exposições de trabalhos.

AVALIAÇÃO:
A avaliação será constante, ou seja, durante a realização do projeto observando a participação e desempenho do aluno.








segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017


DESAFIOS E POSSIBILIDADES PARA

 APLICAÇÃO DA TEORIA DA ATIVIDADE NO

PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM.




ATIVIDADE: é ação de um sujeito ativo, o que implica considerar a vontade e a motivação para agir.  Atividade não é qualquer ação. É um conjunto de ações que tem uma finalidade, uma motivação e uma profunda vinculação com a vida do agente.


AÇÃO: é um ato mecânico , quando agimos passivamente, fazendo porque alguém mandou que eu o fizesse, mas não porque queira ou veja sentido no que faz.

DESAFIOS

POSSIBILIDADES
Ensinar a quem tem dificuldades de aprender.
Romper com práticas tradicionais em ensinar bem quem tem facilidade em aprender.
Aprender implica em apropriar-se de algo novo.
Estabelecer relações.

Despertar no aluno o motivo e finalidade para sua realização (aprendizagem).

Ter objetivos, querer, sonhar e agir na
direção de sua finalidade.
Criar uma afinidade entre quem ensina e quem aprende.

Propor projetos, a partir de problemas micro ou macro da realidade do estudante, dando cientificidade.
Partir da realidade do saber empírico.
Questionar o aluno, seu saber.

Produzir conceitos.
Pesquisar.
Aprofundar ao científico para chegar ao universal.
Comparar e concluir.



Curso de Formação Continuada 2017!







Atividades do Início do Ano Letivo 2017 !!!









quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

MEDALHA DE PRATA DA OBMEP-2016-Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas.

PARABÉNS!!!ORGULHO PARA NOSSA ESCOLA!!
MEDALHA DE PRATA DA OBMEP-2016-Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas.
Adalto José Buttner-Nível 1.


Menção Honrosa da OBMEP -Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas/2016.

Menção Honrosa da OBMEP -Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas/2016.
Parabéns!!!Estamos orgulhosos !!!
Isadora Aglimone Alessio-Nível 2.
Daniel Alexandre De Villa-Nível 3
Emelly Christy Gomes Lazarotto-Nível 3.




Anjo e Árvore Natalina!!

Alunos do Ensino Fundamental confeccionaram Anjo e Árvore Natalina nas aulas de Artes com a professora Márcia G.Mortari.



















segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Palestra sobre Eletricidade Parceria CELESC!

TURMA:331 e 332 Ensino Médio Inovador
Disciplina:Física
Professor:João D. Baptistella